Coleção Citações – Douglas McGregor

3 de maio de 2010

Versão Power Point

“A menos que o próprio emprego seja satisfatório, a menos que sejam criadas oportunidades na situação de trabalho, que permitam fazer dele próprio uma diversão,  jamais lograremos conseguir que o pessoal dirija voluntariamente seus esforços em prol dos objetivos organizacionais. Na realidade, é o reverso que acontece. O trabalho transforma-se numa espécie de castigo ao qual os trabalhadores têm que se submeter a fim de obter aquilo que necessitam para a satisfação de suas necessidades depois que deixam o serviço.”

Douglas McGregor


Coleção Citações – Cecília Whitaker Bergamini

30 de abril de 2010

“É nesse sentido que a ausência de motivação, o doloroso conformismo das pessoas, chega até a ser incentivado em muitas circunstâncias,  e por vezes denominado de virtude. Não estar motivado a seguir direção alguma pode ser muito confortável para os outros,  mas nunca o é para o próprio indivíduo que, por isso, abdicou da alegria de estar vivo.” Cecília Whitaker Bergamini


Policial Militar é cidadão?

10 de março de 2009

policia

Quando escolhemos o título do Blog, pensamos no cidadão que tem segurança como o serviço do qual precisa, mas sobretudo pensamos no agente que promove segurança e sofre com sua identificação como cidadão da própria sociedade de que que é proveniente:

Cidadão-SSP é o policial, membro da sociedade, que precisa gritar para ser ouvido como partícipe dos mesmos direitos comuns, caso contrário, ainda poderia ser visto como cidadão de segunda classe. Profissional da Segurança Pública recebe a carga final dos desarranjos sociais.

Por iso ficamos bastante interessados em recomendar a leitura do artigo: Policial Militar é cidadão? Do Tenente da Polícia Militar do Estado do Tocantins, Rodrigo Nascimento Lacerda Guimarães

pdf-adobe

Clique aqui para ler o artigo_policial_militar_e_cidadao

Resumo: Este ensaio remete à reflexão a respeito da discriminação e privação dos  direitos  básicos  de  cidadania  constatadas  no  ordenamento  jurídico brasileiro consoante aos servidores públicos estaduais militares.


Bola cheia ou bola murcha

1 de março de 2009

Em artigo anterior, estavámos falando sobre falta de estímulo. Nada mais apropriado, como uma injeção de ânimo, assistir uma palestra do renomado Daniel Godri. Esse é um verdadeiro showman, em uma de suas mais fabulosas demonstrações, ele faz uso da analogia com um balão de festas, uma bexiga. Ele mostra as forças que atuam pressionando para que estoure e as que fazem esvaziar.

Matenha seu balão sempre cheio. Lembre-se os bolas murchas existem na proporção de 100 x 1. Para cada motivado há 100 bolas murchas.  E eles não querem te ver crescer. Farão de tudo para lhe desmotivar.