Ócio e sensação de impotência

1 de março de 2009

image034Em alguns momentos da atuação profissional estamos sobrecarregados, nos sentindo explorados por uma escala massacrante. Mas foi possível observar na atuação do policiamento do Interior, onde geralmente pequenas cidades possuem uma guarnição mínima entre 2 a 4 policiais diariamente, uma situação de estagnação, uma mórbida letargia, a espera apenas do tempo passar. Falta de estrutura e de política interna de programas de atuação, fazem desde operadores da ponta de linha até gestores locais cumprirem uma tabela sem nenhum empenho adicional, sem nenhum estusiasmo pela profissão. Uma situação triste, que contamina e se dissemina. E quando alguém diz: basta, vou fazer algo diferente é rapidamente refreado por um sistema, que não é exclusividade da Segurança Pública, mas do funcionalismo público brasileiro.

Clique aqui para ler artigo (PDF) – Angústia no GPM: Ócio e Sensação de Impotência

Anúncios