Sem categoria

II Enccult – Uneal / Ifal

Inscrito o trabalho, A quem se dirige o trabalho da polícia: Novas exigências de foco de atuação e as distorções clássicas, foi aceito e apresentado na manhã de quinta-feira, dia 29Nov12, no segundo Encontro Científico e Cultural do Campus de Santana do Ipanema da Uneal e do Ifal. Segue algum material para complementar o debate.… Continuar lendo II Enccult – Uneal / Ifal

Anúncios
Sem categoria

Profecia (Briosa: depravada e corrompida)

Pode parecer até doidice, mas quando li achei que de certa forma transmitiu o sentimento geral, só digo que o autor deve achar que fala com Deus! Briosa Depravada e corrompida, és como mulher de idade avançada que quando mais nova deleitava-se nos braços de vários amantes. Outro ofício não sabes fazer, a não ser… Continuar lendo Profecia (Briosa: depravada e corrompida)

Sem categoria

Menor letalidade ou menor força efetiva de atuação?

Consigo entender o empenho de pessoas que foram perseguidas, torturadas e ultrajadas pela ditadura em diminuir o máximo possível a discricionariedade das forças de segurança. Contudo, a atividade policial não se trata de tecnicismo com a previsão dos movimentos, como operários na linha de produção, tal como nenhuma norma jurídica bem intencionada e por mais… Continuar lendo Menor letalidade ou menor força efetiva de atuação?

Sem categoria

Direitos Humanos para o policial de linha de frente

Como tutor da rede SEAT do SENASP/ANP recebi certa vez o questionamento: "qual foi a importância principal dos direitos humanos no que se diz respeito às policias. Veio para proteger quem? O policial ou o infrator?" Era a deixa que eu precisava para desabafar, para dizer um pouco sobre o que penso, nem sou um… Continuar lendo Direitos Humanos para o policial de linha de frente

Sem categoria

Marginalização da juventude pela sociedade de consumo

Fui chamado a um ciclo de palestras sobre Economia e Vida, o enfoque foi as relações na sociedade capitalista. Para falar de Violência e a Sociedade de consumo, busquei algumas referências. Encontrei o texto do Dr. Maurício Daltro Costa, delegado de Polícia Civil da Bahia. "Poxa!", o cara tem uma consciência do drama social que… Continuar lendo Marginalização da juventude pela sociedade de consumo