Atenção: infratores usam pulseiras para se livrar de algema

14 de março de 2011

Atenção: infratores usam pulseiras para se livrar de algema

Estão comercializando pulseiras que passam despercebidas por serem decorativas, mas a realidade não é o que se apresenta.
O sistema de fechamento oculta uma chave que abre vários tipos de algemas.
Estejam atenciosos quanto a isto, não deixem de observar esse detalhe nos braços dos presos, muito menos baixem a vigilância direta a um detento algemado. Repasse essa informação a todos os policiais que você puder, pois isso pode custar caro, pode custar a sua vida.

Folder: Como devo me comportar durante abordagem policial?

1 de maio de 2010

download

Download

Arquivo: folder_abordagem_policial.doc

(folder_abordagem_policial.cdr) – Modelo editável no Corel X3 ou superior
Lembre-se de trocar a extensão do arquivo de doc para cdr

Tamanho: 780 Kb
Autor: Wagner Soares de Lima (Com textos extraídos de outros trabalhos de mesmo tema)
Descrição: Folder ou folheto concebido para ser distribuído em cidades que se pensa em intensificar as abordagens ou onde ocorreram casos recentes de incidentes durante a abordagem.

>> Fique a vontade para alterar os dados e colocar os dados da sua Unidade policial. <<

download

Clique aqui para fazer o download: folder_abordagem_policial.doc


A Corregedoria me chamou, e agora (“fudeu?”)

15 de abril de 2009

Problemas disciplinares frutos de uma abordagem policial

Continuando a série sobre Abordagem Policial, vamos falar sobre o pós-abordagem. Aquela inconveniente situação, que somente ocorre de dois dias a quinze dias depois: uma notificação dizendo que você foi acusado de cometer abusos na revista. Pois é, camarada. Aquele seu desafeto na polícia quando procurado pelo cidadão civil vai logo apontar: vá denunciar na Corregedoria.
Mas para prosseguir a leitura precisamos diferenciar as situações, do que vamos propor como saídas de defesa serve para aqueles que fizeram o que manda os manuais e mesmo assim o pretenso ofendido, como costumamos chamar o cidadão civil denunciante, se sentiu constrangido. Para esses casos de mal comportamento do próprio abordado, quando ele mesmo é o causador das dificuldades na atuação policial é que disponibilizamos uma sugestão de doutrina e jurisprudência.
Para os casos em que o problema foi causado por excessos do policial, que apesar de saber de seu limite legal o transpôs, nossas recomendações são de procurar um bom advogado e na próxima vez se acalme, lembre-se que nem todo abordado é bandido, de que disparo para cima é besteira. Lembre-se ainda que pesquisas comprovam a eficiência de uma ação vigorosa, porém com uma verbalização firme-amenizadora. Entendeu? Agir com vigor, e de forma firme, dizendo: Bom dia, polícia militar, queiram todos cooperar… A Polícia Militar agradece… É para sua própria segurança.
Segue um texto de uma defesa mostrando o respaldo legal da abordagem policial, explicando que problemas podem ser causados pelo próprio abordado, que a abordagem é um mal aceitável em prol da segurança da sociedade, que não haveria cabimento da revista preventiva necessitar de mandado judicial, de que um empurrão nada mais é do que um golpe de contato (Krav Maga), que a finalidade da sindicância não é punir, mas oferecer oportunidade de defesa ao acusado. Leiam é muito interessante e útil:

Continue lendo »


A polícia me parou (“fudeu”) e agora?

7 de abril de 2009


ParanáTV – Globo

Como diria um amigo meu, oficial do 3º BPM: nós policiais além de prestarmos o serviço de segurança, também somos naturalmente consultores de segurança para a sociedade. Nesse ponto nos caberia falar sobre dicas de segurança, como evitar um assalto ou proteger melhor sua residência. Contudo os problemas que temos enfrentado no dia-a-dia com resultados, algumas vezes desastrosos em abordagens policiais me fizeram procurar na internet sobre: “Como o cidadão deve se comportar durante uma abordagem policial”.

E apresento agora o resultado dessa pesquisa. Vídeo explicativo da ParanáTV – Globo,  Folheto em PDF da Secretaria Especial dos Direitos Humanos – SEDH e um texto elaborado por um PM, com um certo humor negro para playboyzinho ler.

folhetoFolheto.pdf

Continue lendo »