VÍDEOS LIBRAS – TEMA/ASSUNTO SUSTENTABILIDADE

8 de janeiro de 2013

 

20 ideias para girar o mundo

[ http://www.youtube.com/user/20ideias ]

Vídeos produzidos para a ONU, com 20 brasileiros envolvidos com o estudo da sociologia ou com causas sociais, falando sobre sustentabilidade. Tem versão com tradução para Libras.

Continue lendo »


6º PROLIBRAS 2012/2013

8 de janeiro de 2013

6º Prolibras 2012/013 organizado pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC e o Instituto Nacional de Educação de Surdos – INES, ocorrerá em março de 2013.

 MOV00219

Site oficial: [http://www.prolibras.ufsc.br/]

 

Agenda Oficial: [http://www.prolibras.ufsc.br/agenda.html]

 

03 de março de 2013

14:00 horas (horário de Brasília)

Prova objetiva – assistir vídeo, escolher alternativa na prova escrita e marcar folha de resposta.

05 de março de 2013

08:30 horas

Resultado da prova objetiva

Divulgação do calendário/agenda com os dias, horários e locais da prova prática

Começa no dia 06 de março de 2013 as provas práticas

Inscrições encerradas!

MOV00219

Edital – Regras

Texto em PDF: http://www.prolibras.ufsc.br/edital/PROLIBRAS_Edital_DOU_20121030.pdf

Texto para abrir no Word: http://www.prolibras.ufsc.br/edital/PROLIBRAS_Edital_8_DOU_20121030.docx

Vídeos em Libras: http://www.prolibras.ufsc.br/edital.html

  1. http://www.prolibras.ufsc.br/edital/EDITAL_2012_PARTE_1.flv
  2. http://www.prolibras.ufsc.br/edital/EDITAL_2012_PARTE_2.flv
  3. http://www.prolibras.ufsc.br/edital/EDITAL_2012_PARTE_3.flv
  4. http://www.prolibras.ufsc.br/edital/EDITAL_2012_PARTE_4.flv
  5. http://www.prolibras.ufsc.br/edital/EDITAL_2012_PARTE_5.flv
  6. http://www.prolibras.ufsc.br/edital/ERRATA.flv

Ajuda para estudar

ajudar-te estudo

Quem vai fazer proficiência na Tradução e Interpretação (TILS), vai precisar acostumar/saber tema sustentabilidade. [Vídeos Libras sobre sustentabilidade – Clique aqui]

Para compreender Gramática Libras, processos de ensino-aprendizagem de primeira (L1) e segunda língua (L2), o edital recomenda o material do curso de graduação Letras-Libras da própria UFSC: [http://www.libras.ufsc.br/colecaoLetrasLibras]


Seu nome é Jonas

14 de setembro de 2011

Atividade Extra

Para conhecermos melhor o mundo do surdo, escolhemos um filme que conta a história de criança aprende línguas de sinais para sair do isolamento. Tratada a princípio com deficiente mental e incapaz, somente pode desenvolver a plenitude de suas relações, quando pode expressar o que sentia, pensava e desejava através da Língua de Sinais.

Para o nosso contexto de estudo aplicado ao uso dos agentes do Estado, é importante frisar que o surdo quando se depara com uma situação em que tem direito a exercer algumas das prerrogativas de sua cidadania, mas isso lhe é impedido ou negado pela falta de algum elemento constitutivo da comunicação, ele volta a situação de Jonas.

Perdido em seu próprio mundo, torna-se ansioso, angustiado, frustrado. Aí está o motivo de porque o Estado precisa manter esse acesso diferenciado, mediante a Língua de Sinais, os intérpretes, a legendas dos áudio-visuais, as centrais telefônicas apropriadas, as escolas especiais, as vagas por quota nas empresas etc.

Informações Técnicas
Título no Brasil:  E Seu Nome é Jonas
Título Original:  And Your Name Is Jonah
País de Origem:  EUA
Gênero:  Drama
Tempo de Duração: 100 minutos
Ano de Lançamento:  1979

Sinopse:

Meu nome é Jonas, mostra uma realidade que poucas pessoas conhecem. A dificuldade que uma pessoa surda, neste caso surda e muda, passa até ser compreendido. Neste filme o Jonas ficou três anos internado como deficiente mental. Este diagnóstico errado deixou esta criança e seus familiares com grande problema de entendimento, pois ele não foi tratado como deveria neste tempo que esteve internado. Quando voltou para casa, não era entendido, não conseguia fazer-se entender. O filme nos mostrou a realidade da família, a dificuldade de lidar com o problema e mais o preconceito de todos. Só depois de muita procura e insistência a mãe conseguiu que o filho conhecesse a linguagem dos sinais, a qual na época não era aconselhada por muitas pessoas, mas só assim ele pode comunicar-se, tornando-se uma pessoa mais feliz e integrada com a sociedade, consequentemente sua mãe também ficou muito feliz.

Parte 1.1 http://www.youtube.com/watch?v=dnCbe6KG5u0&feature=related
Parte 1.2 http://www.youtube.com/watch?v=p7vUknIbyrM&feature=related
Parte 2.1 http://www.youtube.com/watch?v=YCnQ70AUVRE&feature=related
Parte 2.2 http://www.youtube.com/watch?v=1hGmil8_PEE&feature=related
Parte  3.1 http://www.youtube.com/watch?v=59KcJtRoq4g&feature=related
Parte  3.2 http://www.youtube.com/watch?v=Bw6_oOUbVoM&feature=related
Parte 4.1 http://www.youtube.com/watch?v=VnwICQ7-KqI&feature=related
Parte 4.2 http://www.youtube.com/watch?v=MaKNuNSIDUY&feature=related
Parte 5.1 http://www.youtube.com/watch?v=ugWvIi7smR0&feature=related
Parte 5.2 http://www.youtube.com/watch?v=0y5PyGpjMRw&feature=related
   
Filme inteiro http://www.youtube.com/watch?v=hdMZ2kTF2g8

 

Proposta

  1. Ler primeiro em grupo o texto introdutório e a sinopse;
  2. Assistir o filme;
  3. Elaborar uma redação com no mínimo 10 linhas e no máximo 30 linhas, falando de suas percepções sobre o filme, fazendo referências a situações do cotidiano, que o surdo se envolve com eventos oficiais ou similares em que a responsabilidade por consegui a comunicação é do Estado.
  4. Fazer leitura dos diplomas legais abaixo relacionados e se preparar com a redação, para um debate da turma:
    1. Lei Federal n.º 10.098, de 19 de dezembro de 2000

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L10098.htm

 

  1. Decreto presidencial n.º 5.626, de 22 de dezembro de 2005

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/decreto/d5626.htm

 


Por que LIBRAS para policial?

27 de agosto de 2011

Especial Acessecibilidade

Comunidade Surda/LIBRAS

Esse questionamento não será respondido apenas em um post, mas gostaria de falar sobre um dos aspectos que  compelem o policial a conhecer Libras.

Como bem nos explica o Procedimento Operacional Padrão da Polícia Militar do Estado de Goiás, há quatro motivos mais recorrentes para que um indivíduo ignore a voz de comando inicial de uma abordagem policial:

1. Ocorrência de som alto que prejudique a comunicação;

2. Gesto de desprezo, fruto de uma revolta branca. Alguém que por sua posição social ou por um de histórico contato ruim com a polícia, menospreze o trabalho da polícia. Caso de resistência passiva deliberada por sentimento de deboche;

3. Resistência passiva, causada por surpresa. A pessoa foi sabe que tem algo de errado: arma, droga ou é foragido e está planejando empreender fuga, ou criando coragem para revidar a abordagem com disparo de arma de fogo;

4.  Trata-se de deficiente auditivo. Por mais que o policial grite, ele não olha para trás. Se está olhando para o policial, fica nervoso e não atende os comandos.

 

Por isso o policial deve ter cautela. Na última situação, uma pessoa inocente pode ser vítima de equívoco grave. Promover os Direitos Humanos, para o policial de rua, não é cantar “musiquinha” ou saber a história de 1.00 anos atrás, é justamente ter ferramentas técnicas para não abusar da força, tal como Taser, gás pimenta, método Giraldi de tiro defensivo etc.

Para esse tipo de caso, na abordagem da pessoa surda, a ferramenta é a LIBRAS. Ou seja, conhecimento e capacitação. Além da busca voluntária por essa ferramenta, há também prescrição legal, que obriga os serviços públicos terem certa parcela de seus agentes capacitados para lidar com o surdo, de acordo com a Lei Federal n.º 10.098, de 19 de dezembro de 2000 e regulada pelo Decreto presidencial n.º 5.626, de 22 de dezembro de 2005.

Nas instruções de LIBRAS a policiais, sempre fazemos referência aos casos de incidentes no contato da guarnição com o surdo. Um caso emblemático foi o de Alexandre Pontes, que nasceu surdo e em dezembro de 2009, quando tinha 20 anos, ao entrar numa conveniência e teve seus gestos confundidos com o de um criminoso tentando fazer roubo. Policiais militares pararam o ônibus em que estava Alexandre e o prenderam. Veja as matérias de jornais da época, além do vídeo do Jornal Nacional:

 

Matéria do G1: http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL9184-5598,00-SURDO+PRESO+POR+ENGANO+E+SOLTO+APOS+DIAS.html

Post do site Consultor Social, na seção Surdo Cidadão, comenta a prisão de Alexandre: http://www.consultorsocial.com.br/portal/br/cidadania-do-surdo.html

http://bloggerossurdos.blogspot.com/2007/03/surdo-preso-por-engano-solto-aps-13.html

Matéria da Gazeta do Povo (Londrina): Mal-entendido leva surdo-mu..

Abordagem policial a pessoas surdas: como agir?http://abordagempolicial.com/2011/05/abordagem-policial-a-pessoas-surdas-como-agir/


Dicionário de LIBRAS

26 de agosto de 2011

Especial Acessecibilidade

Comunidade Surda/LIBRAS

Para que você possa prosseguir nos estudos sobre LIBRAS é muito importante que possa elaborar mensagens, no contexto de suas própria realidade cotidiana. Precisa, portanto, adquirir um vocabulário e estendê-lo conforme há necessidade de comunicar certas idéias.

Por vezes nas aulas de LIBRAS, um sinal passa desapercebido e para revê-lo, só mesmo usando o dicionário com movimento, em vídeo.

Abaixo estão alguns links de dicionários on-line gratuitos de LIBRAS:

Lembre-se, o ouvinte busca sinais pela primeira letra do significado em português, já o surdo faz essa procura pela primeira configuração manual envolvida no sinal.

 
Acessibilidade Brasil: http://www.acessobrasil.org.br/libras/

www.dicionariolibras.com.br

(Este tem uma seção gratuita e outra paga,
há também brincadeiras educativas como bingo e forca)

 

 Dicionário Digital Libras Cristão
http://www.surdosonline.com.br/

 

 

Dicionário de Línguas de Sinais de outros países

http://www.libras.info/2010/08/dicionarios.html
 

Os dicionários são os seguintes:

    • LIBRAS
    • ASL (Língua de Sinais em Inglês)
    • LSE (Língua de Sinais em Espanhol)
    • LSF (Língua de Sinais em Francês)
    • JSL (Língua de Sinais em Japonês)