Variedades (2009 a 2007)

Prisões e apreensões de desmanches de carros no Sertão Ba/AL

Fonte:  Blog do Sertão (Wadson Correia) / CadaMinuto

09/04/2011 21:51

Operação Limpeza: Polícia descobre desmanche de veículos

Duas pessoas foram presas

por Wadson Correia

No início da noite deste sábado (09), as Polícias Militar e Civil realizaram a Operação Limpeza, no município de Mata Grande, no povoado Morro Vermelho, Alto Sertão de Alagoas. Duas pessoas foram presas. A casa de um dos acusados servia como local para o desmanche de veículos. Foram apreendidos vários documentos automotivos, motos e armas.

Segundo o sargento Jalves, policiais da 3ª CIA de Mata Grande e 9° Batalhão de Delmiro Gouveia já vinham investigando a quadrilha há algum tempo. Aelton José Fagundes , 25 anos estava saindo de casa numa moto quando foi abordado pela guarnição e acabou sendo preso em flagrante.

Aelton José estava numa moto CG 150 cc, cor preta, placa PPH-3940/SP, veículo roubado. “Uma das vítimas da quadrilha, que estava conosco reconheceu o acusado na hora. Assim, efetuamos a prisão”, explicou.

Ao entrar na residência, policiais encontram motos desmontadas, vários documentos automotivos, uma espingarda e um revólver, ambos com calibre 32, e onze munições intactas. Petrúcia Fagundes Gouveia, tia de Aelton José, também foi presa e levada para delegacia do município.

Ainda de acordo com o sargento, Aelton José é um dos integrantes da quadrilha que vinha atuado na divisa dos estados de Alagoas/Pernambuco, entre Mata Grande e Inajá-PE, na BR-316. “Outros três carros roubados na região podem ter ligação com a quadrilha. Vamos investigar e fazer a limpeza total na região”, declarou Jalves.

O delegado Walter Cunha, titular do 28° Distrito Policial vai continuar investigado o caso. A operação contou com a participação dos cabos Bernardo e Elenivaldo, soldado L. Carlos e o agente da Polícia Civil, Paulo. Toda operação foi comandada pelo major Reginaldo Rolim e capitão Winston.

 

08/04/2011 02:52

Quadrilha alagoana que atuava na divisa dos estados é desbaratada na Bahia

Os criminosos eram especializados em roubo e desmanche de veículos

por Wadson Correia

Francisco Alves

Quadrilha alagoana que atuava na divisa dos estados  é desbaratada na Bahia

Uma quadrilha alagoana, especializada em roubos de veículos, que agia nas divisas dos estados de Alagoas, Pernambuco, Sergipe e Bahia foi desbaratada após uma denúncia anônima. Seis veículos roubados foram recuperados, a mulher que foi presa trabalhava no fórum de Mata Grande, Sertão de Alagoas. Outras três pessoas também estão presas.

O capitão do batalhão de Paulo Afonso-BA, Alex Rego contou com exclusividade ao CadaMinuto como os policiais descobriram o desmanche de veículos. O chefe da quadrilha conseguiu fugir, segundo os policiais.

De acordo com o capitão, que comanda as rondas nos bairros da cidade de Paulo Afonso, moradores denunciaram que existiam vários carros num galpão e ninguém morava no local, levantando suspeitas. A operação contou também com a participação do Grupo Tático Móvel (GTM).

O galpão onde os veículos roubados eram colocados fica localizado na Rua Sagrada Família, no bairro BTN3, local de pouca movimentação.“Recebemos a denúncia por telefone e fomos analisar. Nossos policiais conseguiram por um espaço na parede, identificar algumas placas e ao pesquisar, detectamos que era produto de roubo”, falou o capitão.

A Polícia Militar baiana contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal para analisar as placas de cada veículo.“Para entrar no galpão precisávamos de um mandado de buscas e apreensões e o comandante Neves conseguiu com o juiz Cláudio Pantoja”, disse Rego.

Seis carros foram apreendidos, além de auto-falantes, toca CD’s automotivos e motores desmanchados prontos para ser vendidos no ferro velho da cidade. No galpão foi encontrado, um Gol geração 01 de placa BJG-8243 de Monte Alegre-SE, Gol geração 03 de cor prata e placa KJL-0110 de Recife-PE, Uma NISSAN FRONTIER de cor preta, placa KHT-4171 Recife-PE e uma D-20 de cor branca, placa MCJ-0560 de Braço do Trombudo-SC. Segundo a polícia todos os veículos eram roubados.

O proprietário do estabelecimento foi localizado e levado para delegacia onde prestou depoimentos. O local foi alugado há aproximadamente dois meses por a uma pessoa que residia, na cidade vizinha de Santa Brígida- BA. Cada mês custava R$ 250,00.

Policiais chegaram a Santa Brígida e encontraram Jane Maria de Freitas, 42 anos. Jane Freitas, que foi presa e levada para delegacia regional de Paulo Afonso. Durante depoimento a acusada, alegou que não sabia que os veículos eram roubados e pertenciam ao esposo identificado por Jânios Deiam de Souza Santos, conhecido por “James Santos”.

“Não sabia que esses carros eram roubados, apenas meu marido comprava para revender”, explicou Jane Freitas. Os policiais perguntaram onde James Santos estava e a esposa respondeu que não sabia e não tinha previsão de retorno.

A polícia baiana identificou que os acusados são naturais de Alagoas, da cidade de Mata Grande, e não descarta que existam diversas pessoas envolvidas na quadrilha. Todo material apreendido foi conduzido para delegacia regional de Paulo Afonso, para ser entregue aos verdadeiros proprietários.

O delegado titular da cidade de Mata Grande, Walter Cunha deve investigar também se os crimes de roubos ocorridos na região têm algum tipo ligação com James Santos que está foragido. Jane Freitas trabalhou no fórum de Mata Grande, lotada no Cartório Eleitoral.

Outro desmanche

O delegado, Idelbrando Alves dando continuidade às investigações descobriu outro desmanche, no município de Santa Brígida, na residência de Jane Freitas, localizada na Rua Padre Cícero.

Policiais do Serviço de Investigação encontraram dessa vez, um caminhão de cor verde, sem placas que servia para transportar os veículos depenados para serem comercializados nos ferro velhos da região, cinco chassis roubados, além de Uno de cor vinho, placas BIG-2734, São Bernardo do Campo, São Paulo foram recolhidos para a delegacia.

Idelbrando Alves confirmou que todo material aprendido pertencia a James Santos, segundo depoimento da esposa presa em flagrante. As polícias dos quatro estados estão mobilizadas a procura do restante da quadrilha. Nessa nova operação foram presas três pessoas, Zé de Abílio Neto, Lúcio da cidade de Ouro Branco/AL. O nome da terceira pessoa não foi divulgado.

Wadson CorreiaWadson Correia

Anúncios